A cultura, enquanto bem simbólico, é um dos maiores patrimônios que uma nação possui. Como um conjunto de manifestações humanas que traduzem sua identidade e unidade, a cultura costuma ser associada à aquisição de conhecimentos e práticas de vida reconhecidas como melhores, superiores, ou seja, erudição. Porém esta não é a visão compartilhada por quem produz e faz pulsar os saberes e os inestimáveis bens imateriais que fluem do seio das comunidades. Entendendo ser necessário para a socialização, conhecimento da história e dinamização da vida das comunidades, criamos a Casa Museu, uma casa de construção vernacular que abriga o Memorial da Cultura Popular, uma ação que visa fortalecer o patrimônio material e imaterial da Região do Cariri.

Ao visitar o Memorial da Cultura Popular podemos adentrar na Sala do Sagrado, conhecendo um pouco da religiosidade popular e seus costumes, Sala dos Sons (Cabaçal, rabeca e Emboladas), Sala da Oralidade com o Cordel e Repente, Sala de Dramas (Reisado, Mamulengo, Pastoris e Bacamarte), um trajeto que trás para o presente às memórias e as saudades guardadas de um povo. Possibilita o redescobrimento das riquezas culturais da Comunidade, revelando vivências de tempos imemoriais que habitaram em alguma época os lugares.